Agricultura

ADPP Mozambique has elaborated programs that aim to empower small and medium farmers: namely, the Farmers' Clubs and the Cashew and Rural Development Centre of Itoculo

Com mais de 80% da população Moçambicana ganhando o seu sustento através da agricultura, ela é de longe a fonte mais importante de rendimento dos agregados familiares no país.

No entanto, e apesar do enorme potencial agrícola do país, os níveis médios de produção continuam muito baixos e são extremamente vulneráveis às condições meteorológicas. Isto é principalmente devido ao uso generalizado de métodos tradicionais manuais agrícolas, variedades de sementes de baixo rendimento e à falta de insumos agrícolas, assistência técnica, infra-estruturas e acesso aos mercados.

Como resultado, a agricultura em Moçambique consiste predominantemente em agricultura de subsistência (80%) e só raramente se torna uma opção economicamente viável para uma renda extra. Isto, por sua vez, perpetua o ciclo vicioso da pobreza nas zonas rurais e resulta numa segurança alimentar altamente instável no país.

É neste contexto que a ADPP Moçambique elaborou programas que visam capacitar os pequenos e médios agricultores, a saber: os Clubes de Agricultores e o Centro de Caju e Desenvolvimento Rural de Itoculo. De acordo com o Plano Estratégico de Desenvolvimento do Sector Agrícola (PEDSA) 2011-2020 do Governo de Moçambique, o objectivo desses programas é contribuir para a transformação da agricultura num sector competitivo e sustentável, que aumenta a segurança alimentar global no país e aumenta a renda das famílias rurais em Moçambique.

 Transformando Vidas Através dos Clubes dos Agricultores

O Programa Clube dos Agricultores da ADPP foi lançado pela primeira vez em Moçambique, em 2006. A sua missão é aumentar a segurança alimentar e renda familiar entre as populações rurais, organizando os pequenos agricultores em clubes, treiná-los em técnicas de agricultura de conservação eficientes e sustentáveis, melhorando o seu acesso aos bem geridos recursos hídricos e melhorar o seu acesso aos mercados locais e regionais através do aumento das ligações ao mercado e formação em comercialização dos seus produtos, preços e marketing. Ao fazer isso, o programa fornece os pequenos agricultores os meios para transformar as suas próprias vidas.

Os agricultores beneficiários têm sido bem-sucedidos no aumento dos rendimentos e diversificação das suas culturas, melhoria do acesso à irrigação de baixo custo, melhoria da sua nutrição, e na criação de uma renda extra significativa. Isto levou a duplicação da área de terra cultivada e a triplicar a renda familiar dos agricultores ao longo do tempo.

Desde o início do Programa, em 2006, o Programa Clube dos Agricultores já beneficiou mais de 31.046 agricultores em sete províncias diferentes e atingiu no total 240.000 pessoas nestas áreas. Hoje, os Clubes dos Agricultores são parte integrante da Abordagem Sectorial da Agricultura em Moçambique.

A importância de Unir as Forças

O objectivo dos Clubes é demonstrar as importantes vantagens de se estar organizado em associações: além de oferecer apoio dos pares, eles proporcionam um acesso a novas informações através da formação, novos insumos agrícolas e equipamentos por meio de co-partilha, melhor poder de negociação nos mercados por meio de actividades de vendas conjuntas e, eventualmente, acesso a fundos externos e outros recursos financeiros. A ideia dos clubes não é que sejam uma estrutura rígida, mas sim um fórum aberto para a aprendizagem, cooperação e apoio mútuo. Desta forma, eles fornecem uma ferramenta baseada na prática e orientada para a mudança em prol do crescimento sustentável das comunidades rurais.

Cada Clube de Agricultores tem 25-50 membros e um Comité do Clube dos Agricultores que é composto por 5 agricultores locais, homens e mulheres, que são treinados em gestão e planeamento dos clubes e em tomar a responsabilidade da continuidade do Programa a longo prazo. Cada grupo de 5 Clubes de Agricultores é apoiada por um Instrutor Agrícola, especialmente treinado como agente de extensão e trabalha e vive na comunidade onde o programa é implementado.

Abordagem Holística para a Agricultura Sustentável e desenvolvimento comunitário

O objectivo do treinamento dado nos Clubes de Agricultores é proporcionar aos agricultores habilidades e conhecimentos necessários para adoptar várias técnicas agrícolas sustentáveis, incluindo a Agricultura de Conservação, uso de compostos, culturas de cobertura de adubação verde, bio-pesticidas, uso de sementes melhoradas, diversificação de culturas com a produção em série, tubérculos, culturas de rendimento e vegetais, estabelecimento de bancos de sementes e a introdução de covas de plantio permanentes, cobertura morta, rotação e intercalação de culturas. Outros componentes são a instalação de bombas de água, construção de sistemas de captação de água da chuva com a construção de pequenas barragens de captação de água e sistemas de irrigação, acompanhada por uma formação dos agricultores em gestão sustentável da água e irrigação. A criação de animais é promovida e iniciado o sistema de crédito rotativo de animais. Todas as técnicas são postas em prática nos campos de demonstração, a fim de garantir resultados de aprendizagem sustentável. Além disso, os agricultores são treinados na melhoria das instalações de armazenagem e processamento em pequena escala de produtos agrícolas do agregado familiar, como fazer planos anuais de produção e comercialização. Contactos são feitos com empresas agrícolas e mercados para a compra dos produtos. O acesso às micro-finanças é estabelecido e sistemas para organizar os agricultores em grupos de poupança promovidos.

O Programa Clube dos Agricultores também inclui intervenções nas áreas transversais de saúde, alfabetização, género e direitos humanos, melhorando assim o bem-estar das comunidades no seu todo.

A Agricultura de Conservação (AC) é uma abordagem com vista a gerir agro-ecossistemas para uma produtividade melhorada e sustentada, aumento dos lucros e da segurança alimentar, ao mesmo tempo que se preserva e melhora a base dos recursos e o meio ambiente.

Os princípios da AC são aplicáveis universalmente para todas as paisagens agrícolas e usos da terra com as práticas adaptadas às condições locais. A AC melhora a biodiversidade e processos biológicos naturais acima e abaixo da superfície do solo. Intervenções sobre o solo, tais como a perturbação mecânica do solo são reduzidas a um mínimo absoluto ou evitados.

Os agricultores são treinados em Agricultura de Conservação em parcelas de demonstração, onde são aplicadas as técnicas. Isso envolve fazer compostos e utilizar os compostos para fertilizar culturas de hortícolas, intercalar as culturas com leguminosas como o amendoim, feijão-guando e feijão-frade.

Os agricultores estão sendo incentivados a adoptar a AC como um método alternativo ao abate e queima de árvores já que agora podem produzir num campo e reduzir a necessidade de abrir novos campos. Isso irá reduzir a força de trabalho e os agricultores terão mais tempo para trabalhar em outras actividades.

A introdução de métodos de agricultura de conservação estão a melhorar a produção de produtos agrícolas saudáveis, o aumento da renda para os agricultores e a melhoria da qualidade do solo.

Mitigação das Mudanças Climáticas

Os agricultores também são treinados em questões de mudanças climáticas como uma forma de reforçar as suas capacidades para a mitigação e adaptação aos efeitos negativos do aquecimento global e garantir a segurança alimentar no futuro.

O agro-florestamento é promovido nos clubes e a fixação de nitrogénio, forragem, lenha, sombra, fruta, bambu, árvores nativas e de moringa são produzidas e plantadas pelas comunidades. As árvores são plantadas junto às casas, machambas dos agricultores e nas zonas circundantes.

A componente de plantação de árvores combinada com a construção de sistemas de captação de água e barragens de pequena escala são fundamentais para a captação da água das chuvas e circulação de água e a longo prazo vai melhorar o nível de água do solo, vegetação e precipitação na região.

O projecto está a sensibilizar os agricultores sobre os efeitos das mudanças climáticas e formas de mitigação através da promoção de plantação de árvores e desencorajamento da desflorestação e queima de resíduos de culturas. O projecto está a trabalhar com a estação de pesquisa do IIAM para introduzir variedades tolerantes à seca e inundações. O projecto treinou os agricultores a construir e usar fogões poupa-lenha já que isso vai reduzir o corte de árvores e economizar tempo das mulheres e as crianças de irem buscar lenha e concentrarem-se na produção de culturas.

Centro de Caju e Desenvolvimento Rural de Itoculo

O Centro de Caju e Desenvolvimento Rural de Itoculo, localizado na província nortenha de Nampula, foi lançado em 1996.

Desde o início, o seu objectivo foi duplo: 1) aumentar os meios de subsistência dos pequenos agricultores locais, através do seu treinamento em técnicas agrícolas sustentáveis, em especial no cultivo do caju, produção e agro-processamento, e em segundo lugar, 2) contribuir para o bem-estar geral das comunidades locais através de várias actividades que promovam a educação, a saúde e higiene, incluindo a construção e reabilitação de sistemas de água, construção de latrinas e estabelecimento de escolinhas.

O Centro é composto pelas instalações do Centro de Treinamento, uma plantação de cajueiros de 110 hectares, uma unidade de processamento de castanha caju e sumo de caju. O Programa também está a apoiar no funcionamento de escolinhas nas comunidades circunvizinhas.

Além de proporcionar um local de encontro e campos de demonstração para os diversos treinamentos, o Centro também tem a sua própria produção de caju. A castanha de caju é vendida nos mercados locais bem como o sumo produzido a partir da fruta do caju.

Pode baixar o ficheiro em pdf sobre o Capacity Statement do Clube dos Agricultures para mais informação.

 Veja também a galeria de fotos dos Clubes dos Agricultores e Centro de Caju e Desenvolvimento Rural de Itoculo.


 

Clube dos Agricultores

FC Demo Field1

Centro de Caju

Cashew Center Itoculo

blank-module

blank-module

blank-module