ADPP engajada no empoderamento da Mulher

ADPP NIASSA NUTRICAO12287 preview fCelebra-se hoje o Dia Internacional da Mulher que decorre sob o lema “o tempo é agora: activistas rurais e urbanas transformam a vida das mulheres”. O objetivo central desse dia é convidar a sociedade a refletir sobre a condição feminina no mundo e a debater a questão da igualdade de direitos entre mulheres e homens.

Para reduzir as desigualdades entre as mulheres e Homens, a ADPP Moçambique, nos mais de 64 projectos, tem dado um lugar de destaque à mulher, fruto do nosso reconhecimento do seu papel e importância para o desenvolvimento do país. De igual modo, tem vindo a implementar projectos que visam empoderar a mulher de modo a que esta possa contribuir lado-a-lado com o homem, para o desenvolvimento do país.

Através do projecto denominado “Girls Inspire” (Raparigas que Inspiram) que tem por objectivo combater o casamento precoce e forçado, e outras barreiras que impedem as mulheres e raparigas de participar plenamente na sociedade, a ADPP em parceria com a Commonwealth of Learning – COL, financiado pelo Governo do Canadá tem vindo a contribuir para a independência de várias mulheres de Nacala-Porto, província de Nampula.

A iniciativa foi criada com o objectivo de aumentar o acesso aos meios de vida sustentáveis para mulheres que vivem em áreas rurais, habilitando-as com conhecimentos e ferramentas que as possibilitarão inserir-se no mercado de emprego ou a auto-empregarem-se. Em outra instância, reintegrar as meninas em idade escolar para que estas completem o nível primário e secundário conforme a situação de cada uma.

Paralelamente, desenvolve mais dois projectos, nomeadamente NIKHALAMO cujo objectivo é a melhoria da retenção e conclusão escolar das raparigas vulneráveis na província da Zambézia, e os Colégios Politécnicos que oferecem cursos vocacionados para capacitar as raparigas para se inserirem no mercado de emprego.

O projecto NIKHALAMO implementado pela ADPP em parceria com a Girl Child Rights, com o financiamento da USAID que tem como objectivo reter as raparigas na escola, está a devolver muitas raparígas à escola.

No que toca à formação profissional, várias raparigas têm aderido aos cursos oferecidos pelos três colégios politécnicos, obtendo, desde modo, não só o certificado que lhes abre as portas para o mercado de emprego mas também uma oportunidade de mudar as suas vidas e das suas famílias.

Graças aos cursos de formação profissional oferecidos pelos colégios politécnicos da ADPP, muitas mulheres trabalham lado a lado com os homens, exercendo actividades que na sua maioria são feitas pelos homens.

A ADPP acredita que empoderar mulheres e promover a equidade de género em todas as actividades sociais e da economia são garantias para o efetivo fortalecimento das economias, o impulsionamento dos negócios, a melhoria da qualidade de vida de mulheres, homens e crianças, e para o desenvolvimento sustentável.